quarta-feira, 21 de julho de 2010

Moda ou Reciclagem?

Moda, reciclagem, tudo junto.
É isso ai estilistas usam papel higiênco, jornal velho e criam vestidos. Entenda melhor:

O estilista Yuliya Kyrpo usou mil origamis feitos com jornal reciclado.
Além de mostrar que é possível dar nova serventia para materiais descartáveis como jornais, a obra é uma homenagem a Sadako Sasaki, vítima de Hiroshima que morreu de leucemia aos 12 anos, no Japão, e virou símbolo da paz.


Já em Israel o vestido de noiva não foi feito com jornal velho e sim com papel higiênico.
Problema solucionado, depois do casamento é só molhar o vestido que ele se desfaz, então o problema para guardar e evitar morfos é bem simples,não.
 
Muito engraçado, não.
Mesmo sendo tão ecológico vocês usariam um vestido feito de jornal velho ou papel higiêncio no dia do seu casamento?
E se virar moda? O que vocês acham disso?
Eu sou a favor de um mundo mais ecológico, mais não me arriscaria usando um vestido assim, ninguém sabe se o vestido vai voltar inteirinho para casa né.

9 comentários:

  1. Haa
    k lindos...adoro reciclagem e quem olha nem fala né?
    Quer fazer parceria?
    beijos

    http://tudodmenina.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. OMG, um vestido de papel higiênico!! Pelo menso, não estavam usados né??!!rsrs!! Adorei o post!!

    ResponderExcluir
  3. Nem fala mesmo Brenda, pq nem parece.
    Quero fazer parceria sim.

    ResponderExcluir
  4. Nathy não estavam usados, pela cor da pra ver que eram novinhos.que bom gostou

    ResponderExcluir
  5. Ah,adorei!é muito legal moda e ecologia juntos!
    Que bom que já estou nas suas parcerias.
    mahpessoa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Achei até legal, porém não teria coragem de usar!

    ResponderExcluir
  7. binitos mas ñ tam lindos
    como essi
    http://www.oartesanato.com/484/vestidos-feitos-com-folhas-de-jornal

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante. Espero sua opinião.
Deixe o link do seu blog sem o http:// para evitar Spam ou
o nome do seu blog para que eu possa retribuir a visita.